1. 2018

    Em 2018, a Companhia já contava com 16 lojas G5 e 100% de suas lojas operando como mini centros de distribuição e oferecendo a possibilidade do cliente comprar produtos na plataforma digital e retirá-los nas lojas físicas; e enviar das lojas físicas para o endereço dos clientes produtos comprados online.

    No mesmo ano, a plataforma digital foi responsável por 16,0% das vendas totais e cresceram 41,2% em relação ao ano anterior. Os resultados sugerem que o omnichannel cria valor para os clientes: as modalidades de venda que utilizam a integração entre todos os canais, em 2017, representavam 12,1% do volume de vendas da plataforma digital, enquanto, em 2018, já representavam 37,3%.

  2. 2017

    Em 2017, as primeiras lojas da geração 5 (“G5”), um novo conceito que otimiza nas lojas físicas as vantagens do omnichannel, com diversas inovações desenhadas para que o cliente tenha na loja experiências que ele não pode ter na plataforma digital.

  3. 2016

    No ano de 2016, visando proporcionar uma experiência de compra melhor e mais completa, a Companhia traçou um novo plano estratégico para tornar a empresa uma plataforma que conecta as pessoas ao esporte através de produtos, serviços, informações e experiências. Entre as ações em prol do desenvolvimento e fortalecimento de tal estratégia, a principal delas foi a integração dos estoques e operações, com o desenvolvimento de sistemas e processos que tornaram a Companhia uma verdadeira empresa omnichannel.

  4. 2015

    Em 2015, a Companhia passou por uma reestruturação operacional com forte foco em redução de despesas e melhora de margem que fez com que a produtividade aumentasse de maneira considerável.

  5. 2014

    Em 2014, a Companhia foi patrocinadora oficial da Copa do Mundo da Federação Internacional de Futebol (FIFA) de 2014 realizada no Brasil.

  6. 2013

    Em 2013, a Companhia investiu ainda mais na estrutura da plataforma digital. Por conta disso, inaugurou um novo Centro de Distribuição em Jarinu/SP, ampliando a área operacional para 59.809 m², quando somados todos os CDs.

  7. 2012

    Em 2012, já com 233 lojas físicas, seu fundador, que até então detinha 100% do capital social da Companhia, sentiu a necessidade de trazer um sócio investidor, para dar sequência ao desenvolvimento da Companhia. Bomfim percebeu que a GP Investments, gestora de Private Equity (“GP”), seria um parceiro ideal, em função do alinhamento dos princípios da GP com os princípios da Companhia (por exemplo, a valorização da meritocracia) e da ampla experiência em gestão da GP, inclusive no setor varejista.

  8. 2009

    Em julho de 2009, ao abrir a primeira loja no estado do Amazonas, foi dado um importante passo no processo de expansão, confirmando a presença física da Companhia em todas as cinco regiões do país.

  9. 2003

    Em 2003, quando a Companhia já estava presente em mais de 10 cidades do Brasil, foi iniciada a plataforma digital através do site www.centauro.com.br, alcançando consumidores em todo o Brasil.

  10. 2000

    No ano 2000, ao visitar uma recém-inaugurada livraria Megastore[1], seu fundador percebeu que, em um país em que as pessoas eram apaixonadas por esportes, havia uma oportunidade para replicar este conceito para o mercado esportivo. No início houve resistência dos administradores de shoppings, receosos em ceder uma área com cerca de 1.000 m² para uma Megastore de produtos esportivos, conceito inédito no país. Porém, após muitas negociações, foi inaugurada a primeira loja nesse modelo, no Shopping West Plaza, em São Paulo/SP.

    As vendas da nova loja indicaram que o modelo implementado seria bem-sucedido e rapidamente os administradores de shoppings começaram a demonstrar interesse em incluir a Centauro em seu portfólio. Dessa forma, as lojas Centauro no/com o formato/modelo megastore começaram a ser expandidas para o Brasil inteiro.

  11. 1981

    A história da Companhia teve início há 38 anos, quando seu fundador, Sebastião Vicente Bomfim Filho, percebeu que os brasileiros estavam criando o hábito de fazer exercícios regularmente, mas que ainda não havia uma empresa no varejo esportivo capaz de atender as necessidades dos clientes. Com isso em mente, em abril de 1981, foi inaugurada, em Belo Horizonte/MG, a primeira loja Centauro, um modelo de loja bastante avançado em relação a todas as lojas de esporte existentes até então.

 

Perfil Corporativo

A Centauro é a maior varejista de produtos esportivos da América Latina e possui o maior Brand Awareness entre as companhias de varejo esportivo no Brasil. A Companhia atua através de uma plataforma omnichannel e multicanal, com operações integradas em todos os canais – lojas físicas, site (desktop e mobile) e aplicativo mobile desenvolvidos para proporcionar a melhor experiência de compra aos clientes.

A Companhia está presente no mercado varejista através da marca Centauro, há 38 anos e ao longo de sua história consolidou seu modelo de negócio de megastore de produtos esportivos, com 192 lojas distribuídas em 97 cidades de 23 dos 26 Estados do Brasil e no Distrito Federal, sendo a maior parte delas nos maiores shoppings do Brasil, segundo dados do ABRASCE. As lojas físicas foram responsáveis por 84,0% da receita líquida em 2018 (86,9% em 2017 e 88,4% em 2016).

No Brasil, o segmento de lojas físicas do varejo esportivo em que a Companhia atua é um mercado ainda pulverizado que movimentou cerca de R$33,2 bilhões em 2017, com crescimento anual médio acima do crescimento do varejo físico, respectivamente 5,3% contra 3,4% nos últimos cinco anos até 2017.

Em 2018, considerando a receita líquida proveniente de lojas físicas, a Companhia estima que sua participação no segmento de lojas físicas de varejo esportivo no território brasileiro foi de 5,5%, comparado com 5,2% e 4,9%em 2017 e 2016, respectivamente.

A plataforma digital da Companhia pode ser acessada por meio dosite (mobile e desktop) e aplicativo mobile. Acompanhando as tendências do segmento varejista, o website foi lançado em 2003, contribuindo para disseminar sua marca e seus produtos em todo o território nacional. Em 2018, o website registrou 34,6% dos acessos e 53,3% das transações da plataforma digital. Em 2014, foi lançado o site mobile, um canal online desenvolvido para melhorar a experiência de compra por meio dos dispositivos móveis e que, em 2018, representou 51,4% dos acessos e 29,6% das transações da plataforma digital. Já em 2015, foi lançado o aplicativo mobile, que em 2018 registrou aproximadamente dois milhões de downloads e representou 13,9% dos acessos e 17,0% das transações da plataforma digital. A plataforma digital ultrapassou a marca de 1 milhão de clientes ativos ao longo do ano de 2018.

Além disso, a Companhia também oferece uma plataforma de marketplace, a qual possibilita que parceiros anunciem e vendam seus produtos na plataforma digital . Iniciado em 2017, o marketplace complementa de forma estratégica o portfólio da Companhia, proporcionando ao cliente mais opções de produtos e categorias relacionados ao esporte.

Em 2018, a plataforma digital, considerando o website, site mobile, aplicativo e plataforma de marketplace, obteve cerca de 14 milhões de acessos por mês e foi responsável por 16,0% de receita líquida (13,1% no ano anterior).

O varejo online no Brasil cresceu entre 2012 e 2017 uma média de 12,7% ao ano e a Companhia, por meio de sua plataforma digital, está preparada para aproveitar a tendência de crescimento desse mercado nos próximos anos.

A Companhia acredita que o sucesso do varejo do futuro está associado ao serviço prestado ao cliente. Por isso, quer se tornar a plataforma que possibilita a conexão entre comunidade esportiva e o esporte da melhor maneira, seja ela por meio de produtos, serviços, informações ou experiências.

Uma das principais iniciativas para atender o cliente da maneira mais conveniente às suas necessidades é a plataforma omnichannel, implementada ao longo dos últimos anos, com a qual a Companhia passou a oferecer um nível de serviço superior. Esta plataforma tecnológica, desenvolvida pela Companhia, tem como base a integração dos estoques dos canais físico e digital. Assim, todas as lojas físicas passam a atuar como “hubs” de distribuição, possibilitando ao cliente retirar e trocar nas lojas físicas produtos adquiridos na plataforma digital e receber em casa produtos que se encontravam nos estoques das lojas físicas, mas foram comprados na plataforma digital.

A Companhia entende que os processos suportados por este conceito trazem, como consequência, maior rentabilidade e fidelização dos clientes, uma vez que permite oferecer prazos de entrega menores, menores custos de frete e maior variedade de sortimento.

No contexto da evolução do varejo e da implementação da estratégia omnichannel, a Companhia acredita que o papel da loja física também tem que evoluir para oferecer ao consumidor um ambiente que não pode ser obtido no meio digital, por isso, criou o conceito de loja física “Geração 5” (G5). A loja G5 é a materialização da proposta de valor da Companhia e oferece experiências que melhorem a jornada de compra do cliente, benefícios do omnichannel na loja física e oportunidades para a comunidade se conectar com o esporte.

A cultura da Companhia está alinhada com a sua estratégia de oferecer uma experiência diferenciada para seus clientes, com foco na excelência no atendimento. A Companhia busca aplicar constantemente diversas iniciativas para conhecer melhor as preferências e demandas dos seus clientes com o objetivo de manter a capacidade de atendimento alinhada com tais necessidades. Com essa abordagem Customer Centric, é possível acompanhar a evolução do NPS (Net Promoter Score)[1] de 72% em 2017 para 82% em 2018.

O foco da Companhia é em esportes, oferecendo um extenso portfólio de produtos com mais de 300 mil SKUs, com diferentes tecnologias e preços em diversas categorias, entre calçados, vestuário e acessórios de diversas marcas. Além disso, também são comercializados produtos com marcas próprias que buscam complementar o portfólio da Companhia, além de oferecerem maior rentabilidade.

[1] Net Promoter Score ou NPS é uma metodologia padrão de mercado que se baseia na pergunta: “Em uma escala de 0 a 10, qual a probabilidade de você recomendar a Centauro para um amigo ou parente?”. Os respondentes do questionário padrão enviado por e-mail após a compra são classificados de acordo com a nota que atribuíram: promotores (pessoas que deram 9 ou 10), neutros (pessoas que deram 7 ou 8) e detratores (pessoas que deram 0 a 6). O índice é calculado como: (promotores – detratores) / total de respondentes.